30 de maio de 2011

A razão do sucesso do Ocidente

O cristianismo é a razão do sucesso do Ocidente, dizem os chineses - por Tom O'Gorman

No Ocidente, nós estamos fazendo o nosso melhor para destruir a nossa herança cristã, mas, na China, intelectuais chineses estão chegando a conclusão de que é precisamente essa herança que tornou o Ocidente tão bem-sucedido.

Dominic Lawson, ex-editor do Sunday Telegraph, em um review no Sunday Times, sobre o novo livro de Niall Ferguson, Civilization: The West and the Rest, traz uma citação de um membro da Chinese Academy of Social Sciences [Academia Chinesa de Ciências Sociais] em que ele tenta explicar o sucesso do Ocidente, até hoje.

Ele diz: "Uma das coisas que pediam para a gente analisar era o que explicava o sucesso, ou melhor, a superioridade do Ocidente no mundo todo".

"Nós estudamos tudo que podíamos da perspectiva histórica, política, econômica e cultural. Primeiro, pensamos que era porque vocês [do Ocidente] tivessem armas mais poderosas do que nós tinhamos.

"Depois, pensamos que era porque vocês tinham um sistema político melhor. Em seguida focamos em seu sistema econômico.

"Mas, nos ultimos vinte anos, nós percebemos que o coração da sua cultura é a sua religião: o cristianismo. É por isso que o Ocidente é tão poderoso.

"O alicerce moral cristão da vida social e cultural foi o que tornou possível o surgimento do capitalismo e, então, o êxito na transição para políticas democráticas. Nós não temos nenhuma dúvida quanto a isso".

Note a fonte. Não é de um líder religioso, ou de um poço de ideias religiosas. A Chinese Academy of Social Science é um instrumento do Governo Comunista chinês que gasta uma considerável quantia de tempo e dinheiro perseguindo cristãos e é oficialmente ateísta.

Se essa é a conclusão a qual eles chegaram, talvez a Europa precisa reconsiderar se não deveria apoiar, em vez de erradicar, o cristianismo.

Incidentalmente, só para fixar o ponto, Lawson também refere-se a essa informação oferecida no livro de Ferguson: Wenzhou, a cidade chinesa classificada como a mais empresarial do país, é também a casa de 1400 Igrejas.

Lawson atenta para uma frase, no livro, de um proeminente líder de negócios de Wenzhou, Sr. Hanping Zhang, que diz que "uma ausência de confiança tem sido um dos principais fatores que atrasam a China; mas ele sente que pode confiar em seus companheiros cristãos porque sabe que eles serão honestos em suas negociações com ele".

Há muito é aceito que o cristianismo é um dos elementos centrais da civilização Ocidental; é pouco compreendido que também é um dos segredos do notável sucesso dessa civilização.


Iona Institute
Tom O'Gorman

Original em http://www.ionainstitute.ie/index.php?id=1336: Christianity the reason for West's success, say the Chinese.
Traduzido por Vinicius Oliveira.

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More