11 de março de 2014

Nota sobre o blog

Depois de abandonar minhas atividades nesse blog umas três ou quatro vezes, cheguei à conclusão de que não sirvo para ser um blogueiro. Tive muitas dúvidas: se a minha iniciativa era relevante ou necessária, se eu teria forças para levá-la a diante, se eu era capaz de fazer uma real contribuição para as almas generosas que me acompanharam e me motivaram nesse caminho, etc. E eu realmente me dediquei e tentei justificar a existência de todo o conteúdo desse humilde blog. Mas inevitavelmente cheguei à conclusão de que sozinho eu não sou capaz de continuar. E assim o blog foi abandonado mais uma vez.

Mais de um ano após minha última postagem, trago com atraso essa nota de esclarecimento. Porém, dessa vez não renovarei a promessa de que voltarei com as atividades do blog. Todas as vezes que o fiz, não fui capaz de mantê-lo atualizado por mais de dois ou três meses. Isso não é justo! E apesar de minha vontade de continuar, não posso continuar enganando a mim e a meus leitores.

De fato, a essa altura esses leitores já perderam as esperanças de que um dia esse blog voltasse a funcionar, e já nem o visitem mais. Eu não poderia esperar algo diferente. Não pude finalizar um terço do que havia planejado mais de um ano atrás, e sinto uma pequena frustração por isso. Peço perdão a todos por ter prometido e não ter cumprido. Espero que aceitem minhas desculpas!

Tendo esclarecido isso, comunico aos leitores que acaso passem por aqui que não tirarei o blog do ar. É possível que eu ainda faça postagens, mas não frequentemente - talvez com uma lacuna enorme entre uma e outra. Eu sinto que há muitos assuntos sobre os quais eu poderia fazer alguma contribuição, materiais para serem traduzidos, etc., e eu farei essas coisas se achar necessário e se encontrar a energia para fazê-las.

Se você quiser ajudar esse humilde pseudo-blogueiro nessa jornada incerta, reze por esta causa ao bom Deus, para que Ele me dê forças e me proteja de todo o mal! E contem sempre com as minhas orações.


Muito obrigado! Fiquem com Deus!
Vinicius L. Oliveira

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More